Artesãs de São Gonçalo do Beira Rio

23/06/2014 - Atualizado em 23/06/2014 10:56

 

A história de São Gonçalo do Beira-Rio data das expedições bandeirantes no século 18, fazendo da comunidade que lá reside uma das mais antigas de Cuiabá. A origem do nome do bairro, que já foi um povoado, vem da lenda de que foi encontrada uma imagem do santo no rio Cuiabá, que margeia o bairro e é também de onde a população de cerca de 300 habitantes tiram seu sustento.

O rio Cuiabá é rico de argila em suas margens, e desde a queda na produção açucareira em Mato Grosso, o artesanato a base da argila tem sido a fonte de subsistência das famílias de São Gonçalo. A cultura do artesanato é tão forte que é patrimônio cultural. A cultura do artesanato passa de geração em geração, a artesã Tica, apelido de Adelina Luiza Antunes, aprendeu a queimar suas peças observando sua mãe quando voltava da escola, hoje vive das peças que produz.

Produção em São Gonçalo

Os produtos desses artesãos costumavam ser vendidos de porta em porta, agora as artesãs tem uma loja, a Casa dos Artesões de São Gonçalo do Beira-Rio, que reúne toda a produção das artesãs em um só lugar, atraindo o público consumidor.

A loja fez toda a diferença segundo a presidente da Associação dos Artesãos, Alice Conceição de Almeida. “O mais difícil era você vender as peças, porque não tinha comprador. Hoje (com) a loja (…) começamos a trabalhar e trazer o público pra cá”. Antes elas levavam o produto até o consumidor, hoje trazem o público até as obras.

A loja no Beira-Rio é das melhores coisas que já aconteceu à comunidade, segundo dona Alice. “Essa loja é das melhores coisas que aconteceu aqui no Beira-Rio, é um incentivo à comunidade e dos artesãos”.

Sozinha, a loja ajuda a vida das famílias das 11 artesãs associadas. Concentrado os produtos num só lugar, a loja chega a receber 5 mil visitantes, principalmente turistas do Brasil e outros 11 países.

Se gostou, compartilhe:

2018 - Todos os direitos reservados.