CRAS e a Assistência social

18/06/2014 - Atualizado em 01/08/2014 10:56


Um assistente social é uma pessoa cuja vocação é ajudar os outros. São pessoas que se dedicam ao trabalho de tentar corrigir as falhas que a sociedade comete com alguns indivíduos, ajudando aqueles que são menos afortunados, que se encontram às margens da comunidade, e por isso nem todos os seus direitos chegam até eles.

Direitos como emprego, estudo, afeto e companhia. Algumas vezes esses pessoas nem sabem que tem esses direitos, em outras a distância impede que eles batam em suas portas.

Para resolver esse problema, o governo providenciou 217 veículos para os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) do Estado de Mato Grosso. De posse dos veículos, assistentes sociais como Dais Rocha Amorim podem ir até as casas das famílias mais distantes e descobrir quais suas necessidades, levantar informações úteis para futuros projetos além de apresentar os que já existem.

Projetos como o Pronatec, que garante ensino técnico e emprego aos brasileiros carentes, o Peti que luta contra o trabalho infantil, o Siminina que oferece diversas atividades para as crianças que viveram ou vivenciaram cenas traumáticas em casa, e o Sine que auxilia os mato-grossenses a se recolocarem no mercado de trabalho.

Os veículos permitem um contato maior entre os assistentes e as famílias, com uma frequência maior de visitas e número maior de famílias entrevistadas . Segundo Dais, essas visitas não se limitam a entrevistas. “Essas famílias que eu acompanho, eu acabo conhecendo, de tanto visitar. Passa a ser rotina da gente”, revela Dais. A assistente ainda confidencia que os projetos sociais ajudam muito em seu trabalho, atraindo mais pessoas para os CRAS, localizados em 113 municípios do Mato Grosso.

Os CRAS também atuam na inserção dos indivíduos na sociedade, principalmente idosos. Todas as sextas-feiras o CRAS organiza um baile, aberto ao público, com lanche, música e dinâmica de grupos, afinal carinho e afeto são também direitos de todos.

Resultados do CRAS

Ver é o resultado do seu trabalho é o que alegra Dais. “Isso traz alegria, não só pra mim, mas pra toda a equipe”, confessa Dais sobre a mudança que o CRAS, os assistentes e os projetos sociais fazem na vida dos mato-grossenses mais carentes.

Se gostou, compartilhe:

2017 - Todos os direitos reservados.