Governo ajuda na contratação de trabalhadores com deficiência

06/06/2014 - Atualizado em 20/06/2014 9:08

governo deficientes

Governo se dedica a inclusão social de profissionais com deficiência

Governo e Ministério do trabalho se dedicam a inclusão social de profissionais com deficiência

No dia 30 de maio, o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) em parceria com Sistema Nacional de Emprego (Sine) e o Governo do Estado de Mato Grosso organizaram o “Dia D” em todo o País. Um dia inteiro dedicado a auxiliar a inclusão de profissionais portadores de necessidades especiais ou beneficiário reabilitado a ingressar, ou retornar, ao mercado de trabalho.

Durante todo o dia, no posto do Sine de Rondonópolis, estiveram juntos futuros empregadores e candidatos às vagas. A proximidade gerou bons frutos, combatendo o maior problema encontrado neste tipo de situação, que é a resistência que os trabalhadores com deficiência encontram ao procurar emprego, apesar da Lei Federal nº 8.213/91 (Lei de Cotas), que obriga toda empresa com mais de 100 empregados o contratar deficientes ou beneficiários reabilitados.

Governo e Ministério unidos

O esforço pela inclusão social envolve diversos orgãos: Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome – MDS, Instituto Nacional de Seguro Social – INSS/MPS, Ministério das Cidades – MCidades, Ministério da Educação – MEC e Secretaria de Direitos Humanos – SDH, além dos executores locais do Sine e as próprias SRTE, como representantes do Ministério do Trabalho.

Essa iniciativa do MTE nasceu em Mato Grosso em 2012, amadureceu em 2013 na Bahia e o MTE decidiu aplicar nas cinco regiões do Brasil.

Segundo o último censo do IBGE em 2010 e dos dados da Relação Anual de Informações Sociais – RAIS 2012, o Brasil tem 45 milhões de habitantes com algum tipo de deficiência, destes, somente 330 mil se encontram empregados no mercado formal.

A falta de oportunidades e principalmente a pouca conscientização das empresas, que não oferecem vagas para portadores de necessidades especiais mesmo sendo beneficiados pelo governo com isenções de impostos e parcerias caso ofereçam mais oportunidades.

O objetivo do projeto é mostrar que ambos podem se beneficiar, o deficiente, por ter acesso a um emprego e as empresas, que recebem incentivos e auxílios governamentais.

 

Se gostou, compartilhe:

2018 - Todos os direitos reservados.